Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

Buscar  
Brasil

Publicada em 09/08/18 às 07:43h - 2711 visualizações
Atualizado em 09.08.18 as 07h40 Guerrero ligou para o Presidente do Flamengo pedindo renovação

Urubu News 2


www.urubunews.com.br  (Foto: Urubu News 2 )
Faltam menos de 48 horas para o fim do contrato de Guerrero com o Flamengo. O Internacional tem acordo bem encaminhado para a contratação do atacante peruano. O fim da relação Guerrero e Flamengo teve seus últimos e determinantes capítulos no início desta semana, nos bastidores da negociação entre o peruano e o clube.

Fora das últimas partidas do Flamengo, após exame realizado na segunda-feira da semana passada constatar edema na coxa esquerda - o jogador tem seis jogos pelo clube carioca no Brasileiro e ficou no limite para não poder defender mais nenhum outro na Série A -, Guerrero tomou a iniciativa de procurar o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.

Com boa relação com o presidente, Guerrero falou por telefone com Bandeira. Reforçou que não aceitava mais um ano e meio de contrato, como queria o clube, mas que toparia dois anos e meio. A contraproposta foi levada ao departamento de futebol e ao diretor geral Bruno Spindel. No dia seguinte, o Flamengo informou que não mudaria a proposta final.


Foto: Gilvan de Souza
Foi o sinal verde que o Internacional esperava para avançar as tratativas com o atacante. O clube de Porto Alegre tem proposta de três anos para o jogador, com salários mais baixos, mas com metas de participação em jogos e outras variáveis. Reunião nessa quarta-feira com um investidor garantiu a operação financeira para a contratação de Guerrero.

O jogador, no entanto, ainda não assinou com o Colorado, o que só deve acontecer após o término do contrato nesta sexta-feira. A OTB Sports, que representa Guerrero, emitiu nota oficial negando o acerto com o Internacional. Após a partida contra o Cruzeiro, nos corredores do Maracanã, a sensação de fim de passagem de Guerrero pela Gávea permanecia intacta.

No doping, o início do imbróglio

Com melhores números da carreira até o caso de doping em novembro do ano passado - Guerrero fez 20 gols, foi artilheiro do Carioca, mas teve queda de rendimento no segundo semestre -, Flamengo e Guerrero iniciaram conversas para discutir a renovação de contrato.

Em julho do ano passado, o GloboEsporte.com tratou do início das conversas, que giravam em torno de dois anos e meio de contrato (até o fim de 2020). O novo vínculo teria os mesmos moldes do atual contrato, que termina nesta sexta-feira. O caso de doping e a suspensão, porém, mudaram tudo. O Rubro-Negro decidiu encurtar o período, propondo renovação por um ano e meio. Foi o início das divergências na renovação.

Com contrato suspenso por duas vezes e seis meses sem atuar pelo Flamengo, Guerrero não aceitou a nova proposta do clube e fez a contraproposta por três anos. O centroavante alegava que, além da proposta original discutida (dois anos e meio), queria seis meses a mais pelo tempo que ficou sem receber, com contrato interrompido. O Flamengo não aceitou.

Apesar da boa relação com Bandeira, Guerrero estava longe de ser unanimidade na diretoria do Flamengo. Muitos avaliavam a proposta como fora da realidade - ainda mais levando em conta a insegurança jurídica (a liminar na Justiça Federal da Suíça ainda pode ser revertida) - e praticamente já descartavam a permanência do jogador. Por sua vez, Guerrero se sentiu sem respaldo do clube durante o processo na Fifa e no CAS.

Nos últimos dias, o fato do jogador apenas fazer academia, sem ir ao campo, também irritou o Flamengo. A relação, que já estava longe da ideal, se torna quase insustentável. Com um pé no Internacional, o jogador vai ao clube cumprir os últimos dois dias de contrato no fim de uma conturbada história com o Rubro-Negro.

Fonte: GE




Redes Sociais



Hora Certa

Top Música



Nenhuma Música cadastrada



Estatísticas
Visitas: 965388 Usuários Online: 7


Bate Papo

Digite seu NOME:


Parceiros






















Copyright (c) 2018 - Urubu News 2 - Todos os direitos reservados